O Profeta da Misericórdia Site

Liga do Mundo Islâmico - Organização Mundial para Apresentar e Apoiar o Mensageiro de Deus

mohammad


A sua misericórdia (Deus o abençoe e lhe dê paz) se estende aos mortos,

levando em consideração que são nossos irmãos na humanidade e se

foram antes de nós para a outra vida. Uma vez que nossos irmãos foram

antes de nós para os túmulos, seu direito é que tenhamos benfeitoria,

misericórdia e visita a eles. O Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz)

estabeleceu a visita aos túmulos e o saudar os seus moradores.

 

 


Abu Huraira (que Deus o tenha em Sua glória) relatou que o Profeta

(Deus o abençoe e lhe dê paz) uma vez visitou os túmulos e disse: “Que

a paz esteja convosco habitantes crentes; e se Deus quiser, iremos juntar

 

 

nos

a vós... Quisera poder ver os meus irmãos.” Alguns Companheiros

presentes perguntaram: “Ó Mensageiro de Deus, acaso não somos teus

irmãos?” Ele respondeu: “Vós sois meus companheiros, e aqueles que

ainda não vieram a este mundo são meus irmãos...”

 

787

O Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz) costumava visitar regularmente

o cemitério de Baqui’.

Ele costumava visitar os mártires da Batalha de Uhud toda semana.

 

788


Com estes delicados sentimentos, o Profeta (Deus o abençoe e lhe

dê paz) visitava os túmulos de seus irmãos onde ele fazia preces por

eles e se lembrava deles em vida, e tinha esperança de encontrá-los na

vida eterna sob a sombra de Deus, à beira da cisterna nobre no Dia da

Ressurreição.

Por isso, o Islam respeita o ritual de se visitar os túmulos mesmo que

não sejam de muçulmanos. As conquistas islâmicas, por exemplo, como

disse Kramers

789: “Não proibiu se visitar o Santo Sepúlcro790

ou vedar os


cristãos europeus de cumprirem essa obrigação religiosa.”

79