O Profeta da Misericórdia Site

Liga do Mundo Islâmico - Organização Mundial para Apresentar e Apoiar o Mensageiro de Deus

m012.jpg

P. D. HámidBin Mahmoud SafrátaCelular 0505-105-146A primeira coisa que encontramos no estatuto das mulheres de Mohammad, é queelea libertou do pecado original, como dizem os cristãos.Ela não é a única responsável disso. A Bíblia diz no Antigo Testamento1[1] que foi a mulher que comeu da árvore proibida, colheu de seus frutos e deu a Adão e ele comeu.Mohammad, porém, diz que ambos cometeram o pecado, edá as dicas que Adão tem uma responsabilidade maior do que a Eva. O Adão desobedeceu a Deus![2] Ambos cometeram o pecado e depois se arrependeram e foi aceito o seu arrependimento. Deus, o Criador, é capaz de perdoar quem se arrepende e pede perdão. Não há nenhum fato para que Deus tenha um filho, então deixa os infiéis matá-lo, torturá-lo e cruxificá-lo para perdoá-los! A alegação de que Deus matou o filho como Abraão sacrificouo carneiro expiatório no lugar do filho, é uma comparação exagerada. Abraão foi testado com algodifícil e quando ele obedeceu,um carneiro foi-lhe enviado como presente de Deus pela sua obediência. Reflita, então, por que a criança nasce pecadora sem ter cometido um pecado, nem ter ouvido falar disso?! Por que a mulher leva a culpa pelo pecado sozinha?!A Bíblia diz no Antigo Testamento[3], que Deus fez a mulher carregar o bebê como castigo por seu pecado.Mohammed diz que a dor da gravidez e do parto deu à mulher dignidade perante seus filhos[4] pelos quaisela suportou a dor da gravidez e do parto. Ele disse: "O Paraíso está sob os pés das mães, e a preferência do respeito que se tem pela mãe é três vezes maior do que o respeito pelo pai.[5]A mulher tem uma posição muito específica nos conselhos de Mohammad. Ela não é para a diversão, como é o caso no Ocidente, e precisa travar uma guerra para conseguir alguns dos seus direitos. Ela é tratada como segue:1) A família é a pedra angular da comunidade que foi recomendada por Mohammad;a mãe e o pai devem ser tratados com gentileza.2) A mãe deve ser tratada com respeito três vezes mais do que ao pai.3) A mulher como mãe, esposa, irmã, ou filha, é da responsabilidade de seus irmãos e de toda a sua família. Deve ser sustentada por eles, mesmo se for rica.4) A esposa é a espinha dorsal da família, e a generosidade é dever dos homens.Ela é a escolhida para o bom tratamento:“O melhor dentre vós é aquele que melhor trata a sua mulher.”[6]5)Antes de ter relações sexuais com ela, o homem deve fazer algumas preleminares. Sem preleminares a relação sexual pode causar danos à mulher.[7]6) Não se deve ter relações sexuais durante a menstruação da mulher;isso é mal para a mulher,em primeiro lugar, e para os homens. O sinal paraa liberação é o passar o algodão no local e este ficar branco. Essa é a prova milagrosa de Deus para determinar, de forma fácil e simple,o fim de infecções vaginais nas mulheres. Ao mesmo tempo, é uma forma precisa e disponível a todas as mulheres em áreas urbanas, no campo e no deserto.7) Não ter relações sexuais após o parto, e continua a proibição até que a dor departo desapareça. E o sinal para isso é também o passar um algodão e este continuar branco.  Vamos dar uma parada aqui a respeito da poligamia. Quanto à questão das esposas de Mohammed,é esclarecida a partir da narrativa histórica com respeito a elas:1. Ele se casou pela primeira vez com a idade de 25 anos de idade, quando os jovens da época casavam com a idade de 15 ou 16 anos.2. Com quem casou? Com a Senhora Khadija, filha de Khuwaylid, com quarenta anos de idade, duas vezes viúva, e com uma filha e dois filhos.3. Viveu com ela durante vinte e cinco anos, e não se casou com outra antes da morte dela!4. Ele permaneceu dois anos sem se casar novamente. Quando o fez, foi com a Sra. Sauda, filha de Zam’a, uma mulher idosa, sem beleza, de corpo pesado, com oitenta anos de idade, ou seja, em situação que não desperta desejos nos homens.5. Depois dela, casou-secom Aicha, filha de Abu Bakr. Ela estava coma idade de nove anos, uma menina que ainda brincava com suas colegas. Aicha foi a única virgem com quem Mohammad se casou.6. Quanto às outras esposas, todas elas eram viuvas ou divorciadas, muçulmanas, judaias e cristãs, mas elas se converteram ao Islam antes do casamento.Mohammad, o homem, casou com apenas uma, a Senhora Khadija, filha de Khuwaylid. O Profeta Mohammad casou com 11 esposas.Tabela da história do casamento de Mohammad 1  Da idade púbere até os 25 anos Solteiro2 De 25 a 40 anos de idade A Senhora Khadija, de vida sossegada, sem as atribulações da divulgação ou o peso da comunidade, ou aflições de expedições e guerras, ainda jovem.3 De 40 a 50 anos de idade Com a Snhora Khadija, com a responsabilidade de divulgação.4 De 50 a 52 anos de idade Viúvo (sem se casar novamente, enfrentando a solidão e as atribulações pelos filhos e pelo lar.5 De 52 a 55 anos de idade Senhora Sauda, a idosa, sem beleza.6 De 55 a 63 anos de idade As outras Mães dos Crentes. 9 anos carregando as atribulações da divulgação, da nação, da violência de seus inimigos contra ele e contra seus companheiros. Como Mohammad tratava as mulheres em geral e às esposas em particular?Na sociedade humana, em todo país, entre árabes e não árabes, a mulher era como mercadoria comprada e vendida. Esta forma continua predominante em todos os países do Ocidente. Muda-se o nome do pai da moça para o nome do marido, porque ela se torna propriedade dele. Quando as mulheres exigiram a mudança desseflagelo, tiveram de mudar as leis em alguns países para que ela tenha o direito de conservar o nome do pai, ou o mudar para o nome do marido, ou adotar o nome que quiser, e assim, podiam dar quaisquer nomes aos filhosEm meio a esse entulho, Mohammad veio para restaurar o direito das mulheres, uma vez que elas são as caras metades dos homens.[8]Ele tratava com benevolência a esposa:1. Colocava os lábios no copo onde ela as colocou quando bebia,para ela sentir que ele a amava.2. Colocava o pé no local para ela subir na coxa dele, a fim de montar no animal.[9]3. Ele se privava de algo lícito que pudesse perturbar a esposa![10]4. E esperava até ela se satisfizer vendo os saltimbancos e bailarinos[11] na sua mesquita.5. Atendia à sua solicitação de apostar corrida com ela e ela ganhar dele. Depois de um tempo, ele aposta corrida novamente com ela e, ganhando dela, lhe diz: Esta vez pela outra. Ela se sente feliz por participar várias vezes de seus passatempos com ele para satisfazê-la.[12]Esse é o tratamento de Mohammed à mulher. Mostrem-me quem se atreve a ter algo similar nos primeiros ou nos últimos tempos! [1] Gênesis, 3:1-13.[2] Surata Al A’raf, 7:19-27 e Surata Tá Há, 20:21.[3] Gênesis, 3:16.[4] Surata Lucman, 31:14[5] Tradição narrada por Bukhári e Musslim.[6] Assilsila Assahiha” (A Série de Tradições Fidedignas), do Albáni, volume 6, tradição 2678.[7]Surata Al Bacara, 2:233. [8]“Assilsila Assahiha” (A Série de Tradições Fidedignas), do Albáni, volume 6, tradição 860.[9]“AttabacatAlKubra” (As Grandes Classes) de Abu Ubaidullah Mohammad Ibn Saad IbnMani’, volume 8, página 121.[10] SurataAttahrim (Das Proibições), 66:1. [11] Tradição narrada por Bukhári e Musslim.[12] Tradição narrada por Ahmad, nº 14118, e por Abu Daoud, nº 2578.

imagem seleccionada

Quatorzième Séance Le Prophète

Get Mercy toolbar!